Você está em: Principal → Mídia → Notícias

notícias

18 de setembro de 2015

UPAs Copacabana, Jacarepaguá e Tijuca concluem ciclo de vacinação de crianças contra o vírus VSR

Enzo de Souza, de 1 ano e 6 meses, foi um dos pacientes que mensalmente visitou a UPA Copacabana acompanhado pela mãe, a dona de casa Crilmar Souza. O compromisso, com dia e hora marcados, tinha como objetivo garantir proteção extra ao pequeno, que nasceu prematuro e recebe vacina desde o 3º mês de vida contra o Vírus Sincicial Respiratório, conhecido pela sigla de VSR.

Ele é responsável pelo aumento da incidência de infecções respiratória em crianças que tiveram nascimento prematuro, com quadro de doença pulmonar crônica e cardiopatas. A indicação é que a aplicação da vacina seja feita até a criança completar 2 anos, pois é nesta fase que eles apresentam maior risco de desenvolver doença respiratórias graves. As UPAs Copacabana, Jacarepaguá e Tijuca são as unidades geridas pelas OSS HMTJ, por meio de contrato com a Secretaria de Estado de Saúde (SES-RJ), que disponibilizam esta vacina, que feita entre os meses de abril e agosto. Em Copacabana, por exemplo, foram feitas 255 aplicações, em 82 crianças, ao todo neste ano.

As infecções respiratórias causadas pelo VSR são mais frequentes e graves nos primeiros meses de vida da criança, sendo uma das causas mais importantes de mortalidade infantil em todo o mundo. No entanto, o risco de desenvolvimento de doença grave pelo vírus é mais alto em crianças prematuras, com doença pulmonar crônica de prematuridade e cardiopatas. O VSR pode ser responsável por até 75% das bronquiolites e 40% das pneumonias. Cerca de 40% a 60% das crianças são infectadas pelo vírus no primeiro ano de vida e mais de 95% já foram infectadas aos 2 anos de idade.
Dados da Organização Mundial de Saúde (OMS) indicam o VSR como causador de 60 milhões de infecções e 160 mil óbitos anuais em todo o mundo.

A vacina é fornecida pela SES-RJ e a aplicação é feita em Unidades de Pronto-Atendimento (UPAs) cadastradas. Neste período, as unidades de saúde se adequam para oferecer este serviço às crianças. Para isso, é disponibilizado um consultório de pediatra. A aplicação é feita por enfermeiro e um técnico, que pesa o bebê antes da aplicação.

Fluxo de vacinação - O acesso ao medicamento é realizado mediante cadastro prévio da criança, seguindo alguns critérios de inclusão. Esse procedimento é feito pela Secretaria de Estado de Saúde. A vacina é indicada para crianças entre 6 meses e até 2 anos, prematuras, com doença pulmonar crônica de prematuridade e cardiopatas.

A SES-RJ faz o agendamento das vacinações, com data, horário e local. A vacinação é feita sempre entre os meses de abril e agosto, com administração de uma dose a cada 30 dias.

 

nossas unidades

UPA Nova Serrana


Hospital de clinicas sul - São José dos Campos

Hospital de Clinicas Sul
São José dos Campos

Upa Norte Betim

UPA Norte Betim