Você está em: Principal → Mídia → Notícias

notícias

03 de setembro de 2015

Rio de Janeiro realiza maior simpósio de terapia intensiva do mundo

O II Simpósio Internacional de Terapia Intensiva (II SITIRIO), realizado no último sábado, dia 29 de agosto, já é um marco para o estado do Rio de Janeiro pela importância e proporção: é dele o título de maior simpósio dentro desta especialidade realizado no mundo em número de inscritos, que chegou a marca de 3.307, com 2.019 participantes no dia, sendo 308 vindos do exterior, de 49 países diferentes. Para se ter uma ideia, um ano após a sua criação, o evento já ultrapassa o simpósio realizado anualmente em Bruxelas, que está em sua 35º edição e que, até então, era considerado o maior desta área, com 1.200 participantes. Ao todo, o II SITRIO somou 104 atividades cientificas, em 6 salas simultâneas. O evento contou com a realização e o patrocínio do Hospital e Maternidade Therezinha de Jesus (HMTJ), grupo que faz a gestão de nove unidades de saúde no estado do Rio de Janeiro, por meio de contrato com a Secretaria de Estado de Saúde, entre elas, o Hospital Estadual Albert Schweitzer (HEAS), em Realengo.

- Reunir os mais importantes profissionais do país e do mundo na área de terapia intensiva é uma oportunidade única para troca de experiência e aprendizado. Trouxemos palestrantes com formações diversas como médicos, enfermeiros, fonoaudiólogos e fisioterapeutas. O interesse despertado pelo evento reflete o avanço que a área de cuidados intensivos vem tendo, com investimento em capacitação e pesquisa e, por consequência, um ganho na assistência oferecida ao enfermo – explica o presidente do simpósio, Sandro Oliveira, que é um dos quatro médicos brasileiros a receber o título de membro honorário e vitalício da Academia Americana de Terapia Intensiva, considerado o principal título internacional nesta área.

Sandro é também coordenador da UTI Adulta do HEAS. E é de lá que vem um bom exemplo no atendimento oferecido aos pacientes do Sistema Único de Saúde (SUS). A unidade dispõe do maior número de leitos de UTI da rede, somando 109, divididos entre leitos adultos, pediátricos e neonatais, onde são atendidos, em média, 243 pacientes por mês. O setor conta com indicadores assistenciais de alto padrão, entre eles, pode-se citar a taxa de letalidade, que é considerada pela literatura médica internacional como sendo positiva quando está abaixo do valor 1.0. No HEAS, este número é de 0.7, levando em conta a média de 2015, o que corresponde a uma redução de 30% da mortalidade esperada de pacientes com este nível de gravidade.

Os demais hospitais geridos pela OSS HMTJ no estado também dispõem de Unidades de Terapia Intensiva. No Hospital Estadual da Mulher Heloneida Studart são 59 leitos de UTI Adulto e Neonatal e Unidade Intermediária (UI) Neonatal. No Hospital Estadual da Mãe, em Mesquita, são 8 leitos de UI Neonatal. Já no Hospital Estadual Vereador Melchiades Calazans são 20 leitos de UTI Adulto e Neonatal e UI Neonatal e no Hospital Estadual dos Lagos, em Saquarema, são 25 leitos de UTI Adulto e Neonatal e UI Adulto.

Educação e pesquisa – O HMTJ tem como um dos pilares de sua gestão o investimento constante na formação e atualização de seus profissionais. Em 2015, o grupo criou o Instituto de Educação e Pesquisa (IEP-HMTJ), que tem como objetivo a promoção do avanço científico e tecnológico na área de saúde. Composto por membros titulados, o instituto busca oferecer ferramentas que estimulem o desenvolvimento de seus funcionários, com objetivo de atender a missão da organização, que é oferta da assistência à saúde com excelência, qualidade, humanização, sustentabilidade e transparência.

Exposição de casos – No hall de entrada do simpósio, a equipe de odontologia que trabalha no cuidado dos pacientes internados na UTI do Hospital Albert Schweitzer fez a exposição de alguns casos tratados na unidade. O objetivo é chamar a atenção para a importância deste tipo de assistência para enfermos de perfil grave, atuando na prevenção das pneumonias nosocomiais. No HEAS, o atendimento odontológico na UTI é oferecido de forma constante e ininterrupta.

Clique aqui e veja o álbum de fotos.

nossas unidades

UPA Nova Serrana


Hospital de clinicas sul - São José dos Campos

Hospital de Clinicas Sul
São José dos Campos

Upa Norte Betim

UPA Norte Betim