Você está em: Principal → Mídia → Notícias

notícias

28 de setembro de 2016

Para lembrar Dia Nacional da Doação de Órgãos, painel traz mensagens de transplantados

Em homenagem às famílias doadoras, o Programa Estadual de Transplantes inaugurou, nesta terça-feira (27/9), Dia Nacional da Doação de Órgãos, o Mural da Vida, na estação Carioca: o grande painel traz mensagens e depoimentos de pacientes transplantados e também de famílias que, em um momento de extrema dor, como é a perda de um ente querido, autorizaram a doação de órgãos, possibilitando que pessoas que aguardam na lista de espera por um transplante tivessem suas vidas salvas.

Para Arlita Andrade, esposa do cinegrafista Santiago Andrade, falecido em 2014, não há nada que atenue a saudade de quem se foi, mas a chance de possibilitar uma nova chance de vida para outras pessoas fez com que não houvesse qualquer dúvida entre sua família quanto à autorização para a doação.

- Santiago não está mais entre nós, mas ele salvou muitas vidas depois que se foi. Quando soubemos que ele poderia ser doador, pensamos no quanto isso poderia ajudar outras pessoas. Mesmo em um momento difícil, é possível escolher fazer o bem - declarou ela, emocionando a todos com seu depoimento.

A sensibilização da sociedade quanto à importância da doação de órgãos é um dos maiores desafios para o RJ quando se pensa no tema: no primeiro semestre de 2016, o estado registrou aumento da taxa de recusa familiar para doação - de 42% para 48%. O número de recusas já foi bem menor: em 2015, o RJ fechou o ano com 58% de autorizações. No mesmo período, o RJ registrou recuo no número de doações, assim como os demais estados da Região Sudeste. Ainda assim, o RJ continua com taxa superior à média nacional.

- Com esta homenagem, ao mostrarmos as experiências de famílias que passaram por este momento de extrema dor e disseram "sim" à doação para salvar vidas, buscamos a conscientização da sociedade, que é fundamental para que o aumento do número de cirurgias. Em parceria com secretarias municipais de saúde, vamos trabalhar para fortalecer as equipes que atuam exclusivamente no processo de doações para transplantes em grandes emergências hospitalares. Esta e outras medidas, como o Programa Estadual de Incentivo ao Transplante, estão sendo adotadas para que possamos estimular a realização deste tipo de procedimento. Muitas vidas já foram salvas por um transplante e muitas outras ainda podem ser salvas - ressaltou o secretário de Estado de Saúde, Luiz Antônio Teixeira Jr.

Além do Mural da Vida, a Secretaria de Estado de Saúde, por meio do PET, programou diferentes ações de conscientização. Na Central do Brasil, em parceria com a Supervia, houve vai distribuição de material informativo, além de um ponto de cadastro para as pessoas que desejam se declarar doadoras no site Doe+Vida. Depois do cadastro, é possível compartilhar nas redes sociais, incentivando familiares e amigos.

- Nossa legislação determina que apenas familiares diretos possam autorizar a doação de órgãos de pacientes com morte encefálica, não há nenhum documento que possa ser deixado em vida para garantir que a doação aconteça após o óbito. Por isso, o assunto precisa ser discutido entre as famílias e na sociedade. Externar a vontade de ser doador é a melhor forma de fazer com que esse desejo seja respeitado. Dizer "sim" à doação de órgãos é dizer "sim" à vida - reforça Rodrigo Sarlo, coordenador do Programa Estadual de Transplantes.

ILUMINAÇÃO ESPECIAL - Diversos pontos da cidade ganharão iluminação especial em verde, cor que simboliza o transplante no mundo, para vai chamar a atenção das pessoas para a causa, como a Ponte Estaiada da Barra da Tijuca, o monumento em homenagem a Estácio de Sá, no Aterro do Flamengo, o Palácio Guanabara e a sede da Ordem dos Advogados do Brasil, além do Cristo Redentor e da Catedral Metropolitana. São parceiros da SES nas ações: Metrô Rio, Supervia, Arquidiocese e Secretaria Municipal de Conservação do Rio, além da OAB.

CAMPANHA DOE+VIDA - Lançada em 2015, a campanha busca incentivar a sociedade a discutir o tema da doação de órgãos e conta o site www.doemaisvida.com.br, além do aplicativo (disponível para Android), que permitem compartilhar a decisão com amigos e familiares nas redes sociais. A campanha conta ainda com a realização de palestras de conscientização que são realizadas em empresas, instituições públicas e privadas e, a partir deste ano, também passam a ser levadas para colégios públicos e particulares, com o objetivo de incentivar os jovens a pensar e discutir o tema.

Fonte: SES-RJ

 

nossas unidades

Hospital de clinicas sul - São José dos Campos

Hospital de Clinicas Sul
São José dos Campos

Unidade de Pronto-Atendimento (UPA) 24 Horas: Contagem

Unidade de Pronto-Atendimento (UPA) 24 Horas JK, Contagem