Você está em: Principal → Mídia → Notícias

notícias

08 de abril de 2016

Hospital Municipal Albert Schweitzer inaugura nova cozinha

O Hospital Municipal Albert Schweitzer, em Realengo, acaba de inaugurar uma nova cozinha, que agora conta com maquinário moderno, câmara frigorífica e exaustores. O espaço, que recebeu investimento de R$ 895 mil, foi planejado respeitando todos os itens de higiene e normas técnicas exigidas pela Vigilância Sanitária. Mais de 100 funcionários trabalham diariamente no preparo de mais de 3mil refeições para os profissionais do hospital, pacientes e acompanhantes.

- Muitas vezes a melhoria no hospital não é só colocar mais médicos e melhorar a entrada. É preciso melhorar o dia a dia dos funcionários e pacientes. Uma alimentação melhor, com um bom preparo, impacta em tudo, desde a produtividade de quem trabalha aqui até na saúde dos que estão internados e acompanham - disse o secretário de Governo, Pedro Paulo.

A cozinha prepara alimentos que são servidos nos andares e no refeitório, que teve em janeiro a capacidade aumentada de 120 para 170 lugares. O espaço dispõe de um elevador que transporta a comida para o refeitório sem precisar passar pelos corredores. Esta é mais uma entrega do plano de ações coordenado pelas secretarias municipais de Governo e de Saúde.

- Já havíamos inaugurado um refeitório, com um ambiente mais confortável e adequado para os profissionais e acompanhantes fazerem suas refeições. Agora entregamos essa nova cozinha, moderna e que, além de ter instalações mais adequadas para o preparo dos alimentos, também proporciona melhores condições de trabalho para as mais de cem pessoas que trabalham no setor, como cozinheiros e ajudantes, copeiros, nutricionistas - disse o secretário de Saúde, Daniel Soranz, explicando que a nova cozinha tem áreas separadas para preparar os alimentos das dietas dos pacientes e as refeições dos profissionais e acompanhantes.

No Hospital Municipal Albert Schweitzer, o plano de ações prevê, em reformas e climatização das enfermarias, investimentos de R$ 5 milhões. Também serão aplicados R$ 5,580 milhões na reforma da Emergência e R$ 9 milhões em novos equipamentos e mobiliário, incluindo um novo tomógrafo, nova central de esterilização, duas camas pré e pós-parto, 200 poltronas de acompanhantes, 200 kits de enfermaria (cama, armário e mesa), cinco mesas cirúrgicas e cinco focos cirúrgicos. Outros R$ 3,9 milhões serão usados na demolição e retirada do entulho do prédio do antigo Hospital Olivério Kraemer, ao lado do Albert Schweitzer. Ao todo, os investimentos na unidade somarão R$ 23,480 milhões.

Os hospitais Albert Schweitzer e Rocha Faria, em Campo Grande, foram municipalizados em janeiro. Com os dois inseridos na rede municipal, a Secretaria Municipal de Saúde passou a oferecer 4.173 leitos - a maior rede de leitos hospitalares do país - e a ser responsável por quase 100% dos nascimentos em maternidades públicas da cidade (são cerca de 50 mil partos realizados por ano na rede de atenção do município). O investimento da Prefeitura do Rio em saúde passou de 21% de seu orçamento anual para 25%, acima do que determina a legislação. Somente neste ano o gasto previsto para o setor é de mais de R$ 5 bilhões.

Os Hospitais Municipais Albert Schweitzer e Rocha Faria são geridos pela OSS HMTJ.

 

nossas unidades

UPA Nova Serrana


Hospital de clinicas sul - São José dos Campos

Hospital de Clinicas Sul
São José dos Campos

UPA JK Contagem