Você está em: Principal → Mídia → Notícias

notícias

01 de dezembro de 2014

Hospital Estadual da Mãe, em Mesquita, cria Comitê de Humanização

Semanalmente, um grupo de 13 pessoas faz um encontro no Hospital Estadual da Mãe (HEM), localizado em Mesquita. São profissionais de todas as áreas que envolvem o cuidado aos pacientes e as reuniões têm como objetivo respaldar cientificamente as ações de humanização seguidas na unidade. Uma das medidas implementadas pelo grupo, denominado Comitê de Humanização, é o "Plano de Parto", ação pioneira na rede estadual, que tem como intuito informar a gestante sobre o trabalho de parto e estreitar a relação médico-paciente. A partir das conversas durante o pré-natal, a futura mamãe preencherá um questionário em que pode indicar quais procedimentos ela deseja que a equipe adote durante o trabalho de parto, como a utilização anestesia, exercícios não farmacológicos para diminuição da dor, música, escolha do acompanhante etc. Os profissionais levarão em conta os desejos indicados pela mulher, tendo como prioridade o estado de saúde da mãe e do bebê.

Inaugurado em junho de 2012, o Hospital da Mãe sempre adotou a prática da assistência humanizada em seu atendimento, onde as gestantes contam com toda a estrutura necessária para realizar um pré-natal saudável, com acompanhamento de médicos, enfermeiros, nutricionistas, psicólogos, assistentes sociais e fisioterapeutas e são incentivadas a realizar o parto normal, dispondo de recursos não farmacológicos para alívio da dor, entre eles, massagem, exercícios de fisioterapia, respiração e caminhada. O HEM dispõe de 70 leitos de internação, 8 leitos de UI Neonatal e 12 salas de PPP - local onde a gestante é encaminhada quando já está prestes a dar à luz e tem acesso a métodos que vão ajudá-la na hora do parto, além de leitos de recuperação pós-anestesia, assistência aos recém-nascidos e centro cirúrgico.

- A oferta de atendimento humanizado sempre foi um diferencial no Hospital da Mãe, que eleva a qualidade da assistência em saúde. O comitê de humanização foi criado para respaldar, por meio de consulta contínua à literatura médica mundial, as melhores práticas de conduta da equipe, além de integrar as ações entre os diversos setores e orientar os procedimentos adotados - explica o diretor da unidade, Sérgio Teixeira.

Dos primeiros encontros do comitê vieram algumas novas práticas que são adotadas na unidade, como deixar o bebê junto com a mãe logo após o nascimento e a avaliação do pediatra, visando manter o vínculo entre ambos. Também é permitida a entrada de acompanhante nas consultas de emergência, medida para tranquilizar tanto a gestante como os familiares. Outra mudança é que o bebê sairá do centro cirúrgico ou da sala de parto usando a roupinha escolhida pela família - tudo isso para criar um ambiente mais aconchegante e seguro para todos.

A vendedora Vanusa Dias, de 28 anos, pôde usufruir das vantagens de receber uma assistência humanizada na hora de dar à luz Ana Júlia. Este, aliás, foi um dos motivos para que ela escolhesse o Hospital da Mãe para fazer o parto, já que ouviu relato de vizinhas e amigas que receberam atendimento na unidade e saíram satisfeitas.

- A equipe é muito atenciosa e eu fiz exercícios de fisioterapia, respiração e massagem, que me ajudaram na hora do parto. Neste momento, o que toda mulher deseja é se sentir segura e bem cuidada e pude sentir isso - conta Vanusa.

Qualidade reconhecida - O Hospital da Mãe tornou-se uma referência no estado pelo número de partos normais realizados, já que contabiliza mais de 75% de procedimentos deste tipo, dos mais de 13 mil partos alcançados. Outro dado que é motivo de orgulho para a equipe é a pesquisa de satisfação. No último mês de outubro, por exemplo, das 1.658 pessoas que avaliaram os serviços prestados pela unidade, 99,9% classificaram o atendimento como sendo bom ou ótimo.

 

nossas unidades

UPA Nova Serrana


Hospital de clinicas sul - São José dos Campos

Hospital de Clinicas Sul
São José dos Campos

Upa Norte Betim

UPA Norte Betim