Você está em: Principal → Mídia → Notícias

notícias

16 de abril de 2014

Hospital da Mãe de Mesquita registra recorde de 36 nascimentos em 24 horas

A equipe de multiprofissionais do Hospital da Mãe de Mesquita comemora um recorde de nascimentos na unidade. Nesta terça-feira, dia 15 de abril, foram realizados 36 partos, sendo apenas cinco cesarianas e nenhuma intercorrência registrada. Estes dados refletem a importância que o hospital tem para a população da Baixada Fluminense, não só pelo quantitativo de atendimentos, que ultrapassa a marca de 8.400 partos realizados, mas pela consolidação da cultura da assistência humanizada, onde as gestantes contam com toda a estrutura necessária para realizar um pré-natal saudável, com acompanhamento de médicos, enfermeiros, nutricionistas, psicólogos, assistentes sociais e fisioterapeutas e são incentivadas a realizar o parto normal, dispondo de recursos não farmacológicos para alívio da dor, entre eles, massagem, exercícios de fisioterapia, respiração e caminhada. Desde a sua inauguração, em junho de 2012, data em que a Organização Social de Saúde Hospital e Maternidade Therezinha de Jesus (OSS HMTJ) assumiu a gestão da unidade, ela é a principal referência para atendimento de gestantes e bebês de baixo risco nesta região.

- O Hospital da Mãe, através da dedicação e compromisso da sua equipe e gestão adotada, está modificando a forma de nascer na Baixada Fluminense. Registrar 36 nascimentos, com apenas 13,8% de cesarianas, mais da metade das pacientes utilizando métodos não farmacológicos para o alívio da dor e nenhum desfecho negativo para mães e bebês, reflete não só a qualidade da assistência prestada às nossas parturientes, mas uma mudança dos paradigmas acerca da assistência ao parto - comemora o coordenador de obstetrícia da unidade, Philippe Godefroy.

Uma das mães que deu à luz nesta terça-feira foi a dona de casa Mara Fabiano, de 23 anos. Davi Lucas nasceu às 12h14 e vem sendo amamentado desde a primeira hora de vida.

- Quando tive minha primeira filha há quatro anos fiz cesárea. Desta vez, tive a oportunidade de fazer parto normal, com a ajuda da equipe do hospital me orientando nos exercícios que diminuíram a dor. Percebo a vantagem na minha recuperação, por ser mais rápida. Assim, pude ficar perto e cuidar do meu bebê desde as primeiras horas do seu nascimento - afirma Mara.

 

nossas unidades

UPA Nova Serrana


Hospital de clinicas sul - São José dos Campos

Hospital de Clinicas Sul
São José dos Campos

Upa Norte Betim

UPA Norte Betim