Você está em: Principal → Mídia → Notícias

notícias

30 de outubro de 2014

Exame oferecido pelo Hospital Melchiades Calazans auxilia no diagnóstico de tumores no intestino

No Brasil, são registrados cerca de 30 mil casos de câncer no intestino por ano, o que o coloca em 3º lugar na lista dos tipos de câncer mais recorrentes em homens e mulheres, segundo dados do Instituto Nacional do Câncer (INCA) de 2012. Para reforçar a oferta de exames para investigação de tumores no intestino grosso - também chamado de colonoscopia ou endoscopia digestiva baixa -, o Hospital Estadual Vereador Melchiades Calazans (HEVMC), em Nilópolis, passou a oferecer este procedimento aos usuários de Sistema Único de Saúde (SUS) em julho. Desde então, 37 pacientes foram atendidos.


O exame é aconselhável para pessoas acima de 40 anos, com histórico de câncer na família, que apresentem sangramento ou alteração no ritmo do intestino. Os pacientes são encaminhados ao hospital pela Secretaria de Estado de Saúde (SES), após consulta nas Unidades Básicas de Saúde (UBS). Neste primeiro momento, estão sendo realizados cinco procedimentos por semana e o resultado sai na hora. O exame leva cerca de 40 minutos e o paciente recebe anestesia geral. O tempo médio de internação é de um dia.


- Em função da alta incidência de câncer de intestino, existe uma grande demanda por exames de colonoscopia. A importância deste procedimento é que ele permite a identificação de tumores e o diagnóstico precoce de doenças inflamatórias e pólipos intestinais, que, quando tratados de forma preventiva, podem evitar o desenvolvimento de câncer no futuro. Por isso, é fundamental facilitar o acesso à colonoscopia e, assim, diminuir o tempo de espera dos pacientes - explica o coordenador de Cirurgia Geral do HEVMC, Paulo Couto.


Em caso de identificação de tumores malignos, a cirurgia para retirada poderá ser feita no próprio hospital ou o paciente é encaminhado para uma unidade de saúde referenciada neste tipo de atendimento.


Moradora da Zona Norte do Rio, Ednalva dos Reis, de 50 anos, autônoma, consultou um médico sentindo uma forte cólica. Com encaminhamento em mãos, ela realizou a colonoscopia.


- Quando soube que precisaria fazer o exame, cheguei a pesquisar na rede particular o preço e constatei que não conseguiria pagar. Fiquei aliviada quando soube que poderia fazer a colonoscopia no Hospital Melchiades Calazans e fui muito bem atendida - afirma Ednalva.


Com o resultado negativo para presença de tumor no intestino, a paciente foi orientada a retornar à UBS perto da sua residência para dar sequência ao tratamento.


Prevenção -
Estudos indicam que o crescimento na incidência de casos de câncer de intestino está associado, entre outros fatores, aos hábitos alimentares. Por isso, como prevenção primária é recomendável que se faça uma dieta saudável, rica em vegetais, frutas e fibras. Deve-se evitar o excesso de alimentos com alto teor de gordura animal, particularmente carnes vermelhas. Além disso, a prática regular de exercícios físicos é considerado fator protetor contra a doença. Deve-se evitar também o consumo de álcool e tabaco.

 

 

nossas unidades

UPA Nova Serrana


Hospital de clinicas sul - São José dos Campos

Hospital de Clinicas Sul
São José dos Campos

Upa Norte Betim

UPA Norte Betim