Você está em: Principal → Mídia → Notícias

notícias

13 de dezembro de 2013

Chuvas no RJ: cuidados com a saúde precisam ser reforçados com as enchentes

Após chuvas, população e profissionais de saúde devem ter atenção redobrada aos sintomas da leptospirose. Transmitida na grande maioria das vezes pela urina de ratos, a doença costuma ter alta ocorrência quando as pessoas começam a limpar suas casas e têm contato com a água e a lama contaminada. O tratamento precoce é fundamental para evitar os casos mais graves da doença.

A Secretaria de Estado de Saúde disponibilizou kit calamidade para o município de Queimados. Esse é o segundo que vai para a Baixada Fluminense esta semana. O primeiro foi enviado na quarta-feira para Nova Iguaçu. Cada kit tem capacidade para atender 500 pessoas e contém medicamentos para a atenção básica, antibióticos, hipoclorito de sódio, ataduras, cateteres, luvas, máscaras descartáveis e seringas, entre outros. A região recebeu ainda 12 mil frascos de hipoclorito de sódio, mil doses de vacina de tétano e difteria, além de 9.300 folhetos informativos para prevenção de doenças, como leptospirose e dengue, e ações em enchentes.

Sintomas - Os primeiros sintomas podem demorar até 30 dias depois do contato com a enchente para aparecer. Mas, em geral, surgem entre uma e duas semanas após o contato com a água contaminada. Os mais frequentes, que são febre, dor de cabeça e dores pelo corpo, principalmente na batata da perna, podem ser confundidos com os de outras doenças, como a gripe. Mas também pode ocorrer icterícia, coloração amarelada da pele e das mucosas. Todo paciente com leptospirose precisa de acompanhamento médico. Por isso, o paciente com suspeita da doença deve procurar um serviço de saúde.

Como fazer a desinfecção - Para desinfetar sua casa e seus objetos, prepare uma mistura de água e água sanitária: quatro xícaras de café de água sanitária para cada 20 litros de água. Mas atenção: moradores que tiveram suas casas tomadas pelas águas das chuvas devem esperar baixar a água para lavar e desinfetar chão, paredes, objetos caseiros e roupas atingidas, além da caixa d´água. Depois, tudo deve ser enxaguado com água limpa. Todo alimento que teve contato com água contaminada deve ser jogado fora, pois pode transmitir doenças. Caso seja necessário voltar à área atingida pelas chuvas, a pessoa deve usar botas e luvas como proteção. Uma solução alternativa é amarrar dois sacos plásticos em cada mão e pé.

O que é a leptospirose - A leptospirose é uma doença infecciosa causada por uma bactéria (Leptospira), presente principalmente na urina do rato. Em situações de enchentes e inundações, a urina dos ratos, presente em esgotos e bueiros, mistura-se à enxurrada e à lama das enchentes, e qualquer pessoa que tiver contato com a água ou lama contaminada poderá se infectar. A bactéria penetra no corpo pela pele, principalmente se houver algum ferimento ou arranhão. A doença não é não é transmitida de pessoa para pessoa, mas evolui para sua forma mais grave em 15% dos casos em seres humanos. Vale lembrar que não existe vacina contra leptospirose. O tratamento é com antibiótico, via oral ou venosa, dependendo da gravidade do caso.


Fonte: Ascom da Secretaria de Estado de Saúde

nossas unidades

UPA Nova Serrana


Hospital de clinicas sul - São José dos Campos

Hospital de Clinicas Sul
São José dos Campos

Upa Norte Betim

UPA Norte Betim